II Festival de Poesia da Cidade de São Paulo - Poemas inscritos

Automática mente

TÍTULO DO POEMA: Automática mente
AUTOR DO POEMA: Verônica Oliveira
INTÉRPRETE: Verônica Oliveira

 

 

 

 

 

indago

imediata-mente

tanto pensa, pouco sente

o coração acende quando dizamor

enquanto (paralelamente)

miro o olhar e sigo em frente

para estar presentemente corpo nú,

teu cobertor

sofro inerentemente de saliva

inconsciente

no limite transparente do existir

comput(o)ador

espero impacientemente

a pele,

a ruga,

a unha,

o dente

para demoradamente

propagar calor

pra dizer honestamente

não sou de social-mente

nem de pura e simplesmente

cervejinha no isopor

(pôr-do-sol, Arpoador)

mas talvez pessoalmente,

a gente queira diferente,

sem automaticamente me saber,

quem eu sou.

oni(s)ciente-mente,

digo, naturalmente

juntos.

vamos. vou.

comments