II Festival de Poesia da Cidade de São Paulo - Poemas inscritos

Destemida

TÍTULO DO POEMA: Destemida
AUTOR DO POEMA: Beatriz Melo
INTÉRPRETE: Beatriz Melo

 

 

 

 

O que fiz

O que não fiz

O que queria fazer

O que deixei de fazer

 

Vida monótona

Entediante

Não é isso o que quero

Quero seguir adiante

 

Contagiantes, é assim que deveríamos ser

Sorrir, cantar, amar

Não há coisa melhor na vida

Senão aproveitar

Dançar, pular, viajar

 

Viajar! Nem que seja pelas ideias

Sonhar, idealizar, concretizar

Não precisa planejar

Viva como desejar

 

Não deixarei que me digam o que fazer

Nem que vou me arrepender

Vou viver sem muito temer

E fazer o que meu coração sentir prazer

 

 

comments