II Festival de Poesia da Cidade de São Paulo - Poemas inscritos

Faxina

TÍTULO DO POEMA: Faxina
AUTOR DO POEMA: Marília Sanches
INTÉRPRETE:  Marília Sanches

 

 

 

 

Começo o dia com uma difícil tarefa

Arrumar gavetas, mexer em coisas antigas

De repente me deparo com fotos, presentes e cartões numa caixa branca

Eram lembranças que eu queria que tivessem dado certo

E por mais que eu já tivesse dado muitas coisas que esse ex amor me deu, me esqueci dessa caixa guardada no fundo da gaveta

Doar coisas ou melhor lembranças de amor

È sempre um desafio, parece que estamos doando um pedaço da nossa história

Mas eu doarei tudo e farei uma faxina maior

A mais difícil e inquieta das faxinas

A faxina na minha memória

 

comments